Aceito os termos e condições.

Email Marketing by E-goi

APOIOS Covid-19: Artesãos com apoio excecional até 1.755 € a fundo perdido

Escrito por Pedro Andersson

13.12.20

}

[wtr-time]

Apoio a fundo perdido para artesãos

Esta informação é para um número muito reduzido de pessoas e não sei mesmo quantos dos que seguem o blogue do Contas-poupança são artesãos certificados. Se nunca participou numa Feira de Artesanato ou equivalente, não precisa sequer ler este texto. Mas fica a saber que existe este apoio, para alertar alguém que conheça que tem essa atividade, mesmo que não seja a sua atividade principal.

Os artesãos e as unidades produtivas artesanais com sede em território continental vão ter direito a uma medida de apoio excecional para responder à “perda de rendimentos” devido à crise pandémica, segundo uma portaria publicada esta sexta-feira em Diário da República.

Com o montante máximo de 1.755,24 euros, este apoio excecional é concedido pelo Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP) e financiado por transferências das verbas do Programa de Promoção das Artes e Ofícios que “não foram executadas devido ao cancelamento de feiras e certames e que poderão ser reforçadas para o efeito”. Pode fazer o pedido deste apoio a fundo perdido até 28 de fevereiro de 2021.

Quem pode pedir o apoio financeiro

Podem candidatar-se a este apoio aqueles que possuam carta válida de artesão ou de unidade produtiva artesanal e cumpram um conjunto de requisitos, inclusive “estejam legal e regularmente constituídos; tenham a situação contributiva regularizada perante a Segurança Social e a Autoridade Tributária e Aduaneira; e não se encontrem em situação de incumprimento no que respeita a apoios financeiros concedidos pelo IEFP”.

Entre os requisitos está também a necessidade de que “tenham pelo menos uma candidatura aprovada entre os anos de 2017 e 2020, inclusive, para participação em feiras e certames de promoção e comercialização do artesanato, no âmbito do Programa de Promoção das Artes e Ofícios”, mesmo que tenham apresentado desistência determinada por cancelamento desses eventos ou, ainda, tenham apresentado candidatura no período referido, mas esta tenha sido indeferida devido à participação em anos consecutivos.

O diploma do Governo refere ainda que se podem candidatar ao apoio os artesãos e as unidades produtivas artesanais que tenham estatuto reconhecido a partir de 1 de julho de 2019 e não preencham o requisito de uma candidatura aprovada entre os anos de 2017 e 2020, “desde que o processo de reconhecimento de estatuto tenha sido iniciado até à data de entrada em vigor da presente portaria”.

Relativamente ao apoio financeiro, a verba atribuída é concedida “a título de subsídio não reembolsável” e tem o valor de quatro vezes o Indexante dos Apoios Sociais (IAS) no caso dos destinatários que possuam carta válida de artesão ou de unidade produtiva artesanal, e de uma vez o IAS no caso dos destinatários que tenham estatuto reconhecido a partir de 1 de julho de 2019.

Atualmente, em 2020, o IAS é de 438,81 euros, pelo que o máximo de apoio atribuído aos artesãos é de 1.755,24 euros, relativamente àqueles que podem beneficiar de quatro vezes o valor.

A portaria indica ainda que, no caso de destinatários que tenham beneficiado de apoio à participação em feiras e certames no ano de 2020, o montante a atribuir “é reduzido em proporção do apoio já concedido”.

“Os destinatários que beneficiem do apoio previsto na presente portaria não podem beneficiar posteriormente do apoio à participação em feiras e certames, no âmbito do Programa de Promoção das Artes e Ofícios, até 31 de dezembro de 2020”, lê-se no diploma.

Como fazer o pedido

Cabe ao conselho diretivo do IEFP divulgar no sítio eletrónico www.iefp.pt a data de abertura e de encerramento do período de candidatura, proceder à análise e decisão no prazo de 10 dias úteis. As candidaturas são aprovadas “até ao limite da dotação orçamental existente”.

“O pagamento do apoio é efetuado de uma só vez, no prazo de 15 dias úteis, contados a partir da data da devolução do termo de aceitação”, refere a portaria, determinando que o apoio financeiro concedido “não é cumulável com quaisquer outros que revistam a mesma natureza e finalidade”, mas “é cumulável com apoios de natureza fiscal, salvo se o regime destes expressamente determinar o contrário”.

Tem aqui o diplima na íntegra para tirar todas as dúvidas, se estiver abrangido por esta situação.

Acompanhe-nos AQUI


natal-billboard

Publicidade

Sobre mim: Pedro Andersson

Ir para a página "Sobre Mim"

Para si | Artigos Recentes 

Viu o Contas-poupança… vai poupar 47 mil euros no crédito à habitação

Pensava que estava bem, mas conseguiu ainda melhor Acabo de receber esta mensagem de um espectador/leitor do blogue. Estas mensagens deixam-me extremamente feliz, porque significam que o nosso trabalho tem impacto real na vida das pessoas. Não é apenas teoria. Pedi...

PRAZO PROLONGADO | Comunicação do agregado familiar pelo Portal das Finanças pode ser feita até dia 19

Atualização do agregado familiar - Prazo prolongado até sexta-feira Os contribuintes que não conseguiram comunicar o agregado familiar até ontem vão poder fazê-lo até ao próximo dia 19 (sexta-feira), disse à agência Lusa fonte oficial do Ministério das Finanças. O...

Verifique neste simulador se você ou um familiar seu está na lista da fase 1 para vacinação

Simulador de vacinação com dificuldades em utentes sem cartão de cidadão O simulador 'online' para o processo de consulta das listas de vacinação contra a covid-19 já está a funcionar desde ontem (domingo), mas denota "algumas dificuldades" no tratamento dos dados de...

IRS | Prazo para comunicar contratos de arrendamento com redução do IRS termina hoje

Prazo para comunicar contratos de arrendamento com redução do IRS termina hoje Esta informação é especificamente para quem é senhorio. Quem não é não precisa ler. É informação muito específica. O prazo para os senhorios comunicarem os contratos de arrendamento de...

PODCAST | #42 – Cuidados a ter quando contratar um crédito à habitação

Dicas para fazer um bom crédito à habitação (para si, não para o banco) Apesar da crise, as casas continuam a vender-se e a comprar-se e os preços não baixaram. Isso quer dizer que os preços continuam altos, por isso as pessoas que compram casa continuam a...

Painel solar fotovoltaico – Balanço de Janeiro de 2021 (mês #50)

Balanço do mês de janeiro de 2021 Como sempre, anualmente janeiro é o mês da recuperação. Os dias começam a ficar maiores, logo a  produção do painel começa a aumentar também. Agora é sempre a subir até agosto e depois volta a descer até dezembro. O meu painel...

Paineis solares GALP vs EDP vs outros – Quais são mais baratos?

Quanto custam os paineis solares para produzir eletricidade? Quem acompanha este blogue sabe que mensalmente faço o balanço da produção do meu painel solar fotovoltaico (que produz eletricidade) e que me faz poupar na fatura da eletricidade. Só tenho um painel, mas...

COMBUSTÍVEIS | Preços na próxima semana (15 a 21 de Fevereiro)

Preços dos combustíveis na semana que vem A informação dos preços dos combustíveis é baseada nos cálculos que têm em conta a cotação nos mercados internacionais e outros fatores que são considerados na formação do preço dos combustíveis em Portugal. São dados que...

Os meus fundos de investimento – Balanço da semana #31 (11 de fevereiro)

Fundos de investimento - Balanço semanal Confesso que começo a sentir-me um bocadinho constrangido por vos dizer isto mais uma vez. Continuo a ganhar dinheiro com as minhas poupanças Covid (e com as outras). Esta é outra vez a melhor semana de sempre, ou seja,...

Atenção aos prazos do IRS e às faturas pendentes para aumentar o reembolso do IRS

Aumente o seu reembolso do IRS Falta pouco mais de um mês para a entrega do IRS. Mas há coisas que deve fazer já para garantir que recebe o máximo possível de reembolso. Na reportagem desta semana do Contas-poupança, explicámos-lhe que cuidados deve ter nas próximas...

Publicidade

Artigos relacionados

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *